Beth Sahão cobra mais carretas para diagnóstico de câncer de mama
Beth Sahão cobra mais carretas para diagnóstico de câncer de mama

Em reunião da Comissão de Saúde realizada nesta terça-feira, 9/4, a deputada Beth Sahão questionou o secretário da Saúde sobre as medidas preventivas para a garantir a assistência à saúde das mulheres no Estado. O secretário Eleuses Paiva foi à Assembleia Legislativa de São Paulo para prestar contas de sua gestão, demonstrando e avaliando o desenvolvimento de ações, programas e metas da Secretaria da Saúde, por determinação do artigo 52-A da Constituição Estadual.

Juntamente com o deputado Luiz Claudio Marcolino, Beth Sahão representa a bancada da Federação PT/PCdoB/PV na Comissão de Saúde e cobrou mais carretas móveis do Programa Mulheres de Peito, no rastreamento para detecção precoce do câncer de mama. Beth também manifestou preocupação com a diminuição da procura pela vacina contra o HPV (Papilomavírus Humano), fundamental na prevenção do aparecimento do câncer do colo de útero. “Embora o secretário tenha dito que há três carretas, nós sabemos que esse número é insuficiente para a demanda do Estado, que tem 645 municípios”, ponderou a parlamentar.

As medidas adotadas para o combate à dengue também fizeram parte das indagações da deputada ao secretário, que afirmou que o Estado tem dado apoio aos municípios e que os funcionários da extinta Sucen devem ser incorporados aos Institutos Pasteur e Adolfo Lutz.

Eleuses Paiva informou que a gestão aplicou, em 2023, 12,71% da receita dos impostos em ações e serviços de saúde – o mínimo constitucional é 12% –, que, em valores monetários, somaram R$23,7 bilhões.

Ainda segundo o secretário, o governo estadual aumentará o repasse de recursos para os municípios que aumentarem a cobertura vacinal, reduzirem a mortalidade materna e infantil e executarem uma série de outras ações de saúde, como o aumento de exames diagnósticos para a saúde da mulher, como papanicolau.

Foto: Alesp
Edição: Marisilda Silva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *