PT repudia agressão à líder Professora Bebel
PT repudia agressão à líder Professora Bebel

A líder da bancada estadual do PT e presidenta da Apeoesp, deputada Professora Bebel, foi covardemente agredida por um segurança da Secretaria de Educação, na manhã desta quinta-feira, 18/11, na porta do prédio localizado na praça da República, no centro da cidade de São Paulo.

Esse é o governo de João Doria: truculento e desrespeitoso com representantes dos trabalhadores e com a parlamentar eleita pelo povo paulista.

Há meses a deputada solicita, sem sucesso, que o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares, a receba em audiência para tratar da Educação para Jovens e Adultos (EJA), em vista da ameaça de fechamento de salas de aula destinadas a esses jovens e adultos, no período noturno das escolas da rede estadual de educação.

É inadmissível a agressão e o cerceamento a uma deputada, uma representante da população paulista designada para atuar junto ao Estado em defesa dos interesses da sociedade!

Nós, deputadas e deputados do PT em São Paulo, exigimos retratação do secretário Rossieli Soares e repudiamos severamente a truculência e o autoritarismo do governo Doria, que tem mostrado sua face atroz ao atacar uma mulher, parlamentar e líder sindical que luta para manter salas de aula abertas para jovens e adultos que precisam de apoio e oportunidades para dar sequência a sua formação educacional.

Estamos com você, Bebel. Força na luta!

Bancada das deputadas e deputados do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa de São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *