Solidariedade ativa ao acampamento Marielle Vive

Nós, deputadas e deputados estaduais do Partido dos Trabalhadores, manifestamos preocupação solidária e seguimos acompanhando a ameaça de despejo do acampamento Marielle Vive, situado às margens da Estrada do Jequitiba, na cidade de Valinhos, onde vivem cerca de 450 famílias, que podem ser atiradas à rua.

Por decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, de 23/11, a reintegração de posse pode ocorrer a qualquer momento. Trata- se de uma crueldade e violência com as famílias que podem perder seu lar, sua atividade econômica de produção agroecológica, que acontece num processo de contínua aprendizagem, geração de renda e inclusão social, fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido há três anos e sete meses no local antes abandonado.

A área hoje produtiva era um terreno baldio voltado para a especulação imobiliária e foi transformado numa grande comunidade de produção agroecológica, atuando no combate à fome, oferecendo assistência às famílias numa ação coletiva realizada pelos sem terra.

É abominável a falta de solidariedade e sensibilidade das autoridades que colocam essas famílias em situação de tensão e vulnerabilidade às vésperas do Natal e às jogam num vazio de perspectivas na virada do ano.

Nossa bancada está integralmente tomada pela solidariedade ativa na busca de solução para este problema que afeta os moradores do acampamento Marielle Vive.

Acionaremos o prefeito de Valinhos, bem como autoridades estaduais, na busca do melhor caminho para resgatar o direito à moradia, ao trabalho e à segurança social, neste momento de muitas incertezas provocadas pela pandemia.

Estamos juntos nesta luta!

#Marielle Vive !
#Marielle Resiste !
#Marielle Fica !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *