JOSÉ MENTOR, PRESENTE!

Com profunda tristeza recebemos na manhã deste sábado, 25/7, a notícia do falecimento do companheiro José Mentor, aos 71, vítima de Covid-19. O PT perde um grande militante e nós, deputadas e deputados, perdemos um grande companheiro e  amigo. Todas e todos perdemos um daqueles trabalhadores do Direito que fizeram do exercício da advocacia uma ferramenta a serviço da luta popular.

Começou cedo sua militância, ainda quando estudante na  Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Esteve presente na construção do Centro Acadêmico 22 de Agosto, do DCE-Livre da PUC e na reconstrução da União Estadual dos Estudantes e da UNE. Vivíamos sob a ditadura militar e a atuação de Mentor na luta do movimento estudantil lhe rendeu três ordens de prisão e uma condenação.

Mas sua luta não cessou. Formado advogado, passou a atuar junto à população por melhores condições de vida e, em 1977, reconstruiu com outros advogados o Departamento Jurídico 22 de Agosto, atual Centro de Estudos e Atividades Sociais (Ceats), para prestar assessoria jurídica às comunidades, associações e movimentos sociais da periferia de São Paulo.

No período de 1977 a 1981, Mentor foi membro da Comissão Arquidiocesana dos Direitos Humanos e Marginalizados de São Paulo.

E no fim dos anos 1970 e início dos 1980, lá estava José Mentor na organização e fundação do Partido dos Trabalhadores. Foi deputado estadual constituinte e líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo, entre 1990 e 1991. Foi vereador entre 1993 e 2003 e líder da bancada do PT na Câmara Municipal (1995-1996) e do governo petista na capital durante o ano de 2001.

José Mentor teve importante participação na organização partidária e constituiu o Diretório Nacional do PT de 1997 a 1999. Em 2002, elegeu-se deputado federal e compôs a base de sustentação do governo Lula. No total, cumpriu quatro mandatos na Câmara Federal, até dezembro de 2019.

É imenso o legado de lutas do companheiro José Mentor que é hoje mais um brasileiro vítima de Covid-19 e da omissão genocida do governo federal.

Nosso profundo respeito ao companheiro José Mentor e o imenso pesar aos familiares e amigos. Uma menção especial ao seu irmão e nosso companheiro nas lutas cotidianas da bancada do PT na Alesp, Antonio Mentor.  Um abraço solidário, amigo.

Deputadas e deputados do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo

Um comentário

  1. 25/07/2020 at 12:05

    […] mais um brasileiro vítima de Covid-19 e da omissão genocida do governo federal”, disse, em nota, a bancada do PT na Assembleia Legislativa de São […]

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *