AMIGAS DO MEIO AMBIENTE
Mari Polachini e Ivy Wiens

No dia mundial do meio ambiente, os representantes petistas na comissão que cuida do tema na Alesp, Luiz Fernando e Márcia Lia, entregaram o título de amigos do Meio Ambiente ao Instituto Socioambiental e à engenheira agrônoma Mari Polachini. O Instituto Sociambiental, fundado em 1994, com foco na defesa de bens e direitos sociais, coletivos e difusos relativos ao meio ambiente, e nos direitos dos povos, foi representado por Ivy Wien, que entregou aos deputados uma moção de repúdio ao governo do Estado de São pelo enfraquecimento e desmonte do sistema ambiental paulista. A moção foi aprovada na reunião da Rede de ONGs da Mata Atlântica. “Não temos muito a comemorar neste 5 de junho,  ao contrário do que disse nesta comissão na semana passada o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido. Gostaríamos de saber com que óculos o secretário está olhando para o meio ambiente”, disse a ativista.

Mari Polachini atua com o Movimento Contra as Agressões à Natureza de Peruíbe que, em 2017, iniciou uma luta para impedir a instalação de uma Usina Termoelétrica naquela cidade. “Conseguimos barrar a usina até o momento, porém, na Baixada Santista, nós agora estamos correndo o risco da instalação de seis incineradores de lixo, que conseguem ser piores do que as ameaças da termoelétrica”, contou Mari. Lembre-se, ainda, da luta contra a cava subaquática – um imenso buraco cavado próximo a Cubatão que está recebendo sedimentos contaminados, retirados de um dos canais do canal Piaçaguera, próximo ao Porto de Santos, que será alargado –, que está sendo acompanhada pelo deputado Luiz Fernando.

Ivy Wien lembrou que o Brasil é o país que mais mata ativistas no mundo e chamou atenção para o fato de o atual ministro do Meio Ambiente ter, em entrevista recente, perguntado quem é Chico Mendes. “Isso mostra o rumo que se está tomando na política ambiental no nosso país”. E no Estado de São Paulo a situação não é diferente, completa. As alterações feitas pelo governo Doria transformou a secretaria de Meio Ambiente numa subsecretaria e esgarçou a secretaria da Agricultura.

Apesar das ameaças neoliberais dos governos estadual e federal, as homenageadas disseram se sentir animadas com o prêmio e a possibilidade de encontrar outras pessoas defendendo a vida e o meio ambiente.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *