CENA POLÍTICA – TERÇA-FEIRA (26/06)

26/06/2018

NOTÍCIAS DO PT ALESP

Crédito:

CRISE DO HOSPITAL SÃO PAULO
A reitora da Unifesp, Soraya Soubhi Smaili, e o professor José Roberto Ferraro participaram da reunião da Comissão de Saúde para tratar da crise financeira do Hospital São Paulo. O governo federal suspendeu o repasse de cerca de R$ 30 milhões do REHUF para o hospital, que além de prestar atendimento médico-hospitalar pelo SUS também desenvolve atividades de ensino e pesquisa. Carlos Neder propôs uma audiência com o governador Marcio França e com o secretário da Saúde para estudar uma saída para crise do hospital.
https://bit.ly/2N4ISae

RENÚNCIA FISCAL BILIONÁRIA
Na Comissão de Finanças e Orçamento, o deputado Enio Tatto questionou o secretário de Estado do Planejamento, Maurício Juvenal, sobre a projeção de uma renúncia fiscal de R$ 20,4 bilhões em 2019. Tatto comentou que a cifra equivale ao orçamento anual da Secretaria de Segurança. Acrescentou que a renúncia pode ser maior ainda, visto que há 16 setores econômicos protegidos pelo sigilo fiscal, cujos valores dos benefícios tributários não são conhecidos. Perguntado por que o governo não colocou na LDO os 2% para o Iamspe, o secretario reconheceu que a contribuição do governo deve ser remodelada.

POLÍTICA DE MEIO AMBIENTE
Na Comissão de Meio Ambiente, da qual participaram pelo PT os deputados Marcos Martins e Luiz Turco, foi discutido o PL 832/2017, que modifica lei sobre Política Estadual do Meio Ambiente. A alteração, proposta pelos integrantes da Frente Parlamentar em Defesa da Competitividade da Cadeia Produtiva do Setor Químico, Petroquímico e Plástico do Estado, pretende ampliar o prazo mínimo para a renovação de licenciamentos ambientais de grandes empreendimentos.

OSs: CONTRATAÇÕES CATASTRÓFICAS
A CPI das OSs sabatinou nesta terça-feira executivos envolvidos com os trabalhos das organizações sociais nas unidades de saúde do Estado. Os deputados Carlos Neder e José Américo Dias também questionaram o professor Flávio Fava, diretor geral da Faculdade de Medicina da USP, sobre assuntos relacionados a denúncias e irregularidades nos contratos das Organizações Sociais de Saúde. O presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP), Lavínio Nilton Camarin, era um dos convocados para depor na CPI, mas não compareceu. O vice-corregedor da entidade, Aizenaque Grimaldi de Carvalho, enviado em seu lugar, chamou de “catastróficas” algumas das contratações feitas pelas Organizações Sociais de Saúde, que gerenciam unidades públicas de saúde.
https://bit.ly/2Mpuw2R

REMUNERAÇÃO DE DIRIGENTES NAS OSs
Também nesta terça, a CPI das OSs aprovou requerimento do deputado Carlos Neder solicitando informações e o ingresso de ação no Poder Judiciário para que as OSs e as secretarias de Saúde municipal e do Estado encaminhem à comissão dados sobre remuneração individual dos dirigentes. Outro requerimento aprovado refere-se ao convite de uma médica psiquiatra e de uma bióloga da Secretária Municipal de Saúde de Ribeirão Pires para falar da atuação das organizações sociais de Saúde nessa cidade do interior paulista.

DESCASO EM LINHA
Mais uma vez, a Linha 12 Safira, da CPTM, deixou os trabalhadores a pé. Só nos primeiros seis meses deste ano, foram 127 panes. Falhas, paralisações e descarrilamentos, há muito tempo, fazem parte da rotina da linha. Em meados de março desse ano, a revolta de trabalhadores que utilizam o serviço os fez ocupar os trilhos dos trens, como uma forma de protestar ao descaso. Os problemas são antigos, e o descaso da dupla formada pelo ex- governador Geraldo Alckmin e seu sucessor, Marcio França, segue na mesma proporção.
https://bit.ly/2IvFdyB

POSSE DA NOVA DIREÇÃO DA UPES
A posse da nova direção da União Paulista dos Estudantes Secundaristas (UPES) teve forte presença feminina, com a participação de líderes da Juventude do PT, da Apeoesp e das deputadas estaduais Leci Brandão, do PCdoB, e Beth Sahão, líder do PT. A deputada petista destacou que os estudantes secundaristas tiveram papel central nos trabalhos da CPI da Merenda. “Nós sabemos da importante participação de vocês na mobilização da juventude no combate ao roubo da merenda. Fizemos aqui a nossa luta, mas hoje o Supremo Tribunal Federal trancou as investigações das denúncias de envolvimento do tucano Fernando Capez no esquema de roubo da merenda.” Beth Sahão destacou também a necessidade de união das forças progressistas para manter as universidades públicas estaduais.
https://bit.ly/2MrfWbf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *