DEPUTADOS BOLSONARISTAS IMPEDEM VOTAÇÃO DE CRIAÇÃO DA CPI DA PREVENT SENIOR
DEPUTADOS BOLSONARISTAS IMPEDEM VOTAÇÃO DE CRIAÇÃO DA CPI DA PREVENT SENIOR

A ação de obstrução da ala bolsonarista que compõe a Assembleia Legislativa de São Paulo impediu que o requerimento de urgência para a criação da CPI da Prevent Senior fosse deliberado em plenário nesta quarta-feira, 6/10. Integrantes do PSL, PTB e PRTB usaram os recursos de obstrução e apresentaram vários questionamentos para impedir a votação.

O deputado Paulo Fiorilo, autor do pedido de criação da CPI da Prevent Senior, apontou que a investigação tem como objetivo preservar o emprego dos 12 mil profissionais de saúde e garantir que os 540 mil usuários dos planos da operadora continuem sendo atendidos.

Fiorilo, ao defender a aprovação do requerimento, elencou questões que devem ser alvo de apuração, como as denúncias de mudança e ou omissão da causa mortis, orientação para prescrição do kit covid, envio domiciliar desse kit aos pacientes sem a prévia avaliação do quadro de saúde, retirada do paciente a partir do décimo quarto dia de internação e adoção de tratamento paliativo.

Em sua manifestação, o deputado Teonilio Barba ressaltou que o PT defende a instalação da CPI e que a empresa seja preservada. “Não queremos quebrar o CNPJ da empresa, como fez a operação Laja Jato, que destruiu empresas, promoveu a demissão de muitos trabalhadores e preservou presidentes, diretores e CEOs”, apontou Barba.

Para o deputado Fiorilo, a CPI poderá contribuir para ampliar a transparência, com maior participação da sociedade civil nas empresas de assistência à saúde complementar, e fortalecer o SUS, além de perseguir seu maior foco: investigar as responsabilidades pelos indícios de irregularidades em procedimentos que ceifaram muitas vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *