DEPUTADOS DO PT SÃO IMPEDIDOS DE VISITAR PÁTIO DO MONOTRILHO
DEPUTADOS DO PT SÃO IMPEDIDOS DE VISITAR PÁTIO DO MONOTRILHO

Os deputados Paulo Fiorilo, Dr. Jorge do Carmo e José Américo estiveram hoje, 12/3, no Pátio Oratório do Monotrilho Linha 15 – Prata, mas foram impedidos pela direção do Metrô de vistoriar as instalações. A linha está paralisada há doze dias, depois de terem ocorrido estouros de pneus das composições e outros problemas na operações dos trens.

Os deputados petistas pretendiam conversar com a direção e os técnicos da companhia para saber o que, de fato, está acontecendo naquela linha, já que até agora não há qualquer informação oficial sobre o assunto.

“Mais uma vez, vemos uma atitude arbitrária do Metrô e do governo do Estado”, disse Fiorilo, destacando que os parlamentares são representantes eleitos e têm direito de visitar espaços públicos. Ele também lembrou que está programado para hoje, às 17 horas, um ato de protestos na estação Vila Prudente.

Jorge do Carmo se disse perplexo com a falta de informações. “Não há informações. Ninguém sabe o que falar. O fato é que essa obra faraônica do PSDB está parada há dias e ninguém responde sobre o que está acontecendo e nem quando ela voltará a funcionar.”

O deputado José Américo disse que nenhum representante do Metrô falou sobre as questões mais importantes: a Bombardier, empresa que produz os trens, já foi notificada, ou punida pelos prejuízos causados ao Metrô e usuários? O governo do Estado de São Paulo está cobrando alguma indenização da empresa? Por que a queda e a explosão de alguns pneus levaram à paralisação total das operações da linha, prejudicando quase 100 mil usuários? O que o secretário Alexandre Baldy está fazendo para solucionar os problema e fazer a linha voltar as funcionar?

Para José Américo, o monotrilho é uma grande enganação. Custou cerca de R$ 400 milhões, quase 70% do custo de uma linha convencional, mas comporta apenas um terço do volume de passageiros das linhas normais. “Tudo isso precisa ser investigado. Muita gente deve ter ganhado dinheiro aqui”, alertou José Américo, que assinou junto com Paulo Fiorilo pedido de CPI na Assembleia para apurar as irregularidades na Linha 15-Prata e quem são os responsáveis por elas.

 

PRESIDENTE DO METRÔESCONDE PROBLEMASDO MONOTRILHO

Publicado por Deputado Estadual José Américo em Quinta-feira, 12 de março de 2020

 

Publicado por Jorge Do Carmo em Quinta-feira, 12 de março de 2020

 

Publicado por Paulo Roberto Fiorilo em Quinta-feira, 12 de março de 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *