Em luto, CUT-SP lamenta a morte do produtor audiovisual Leandro Caproni

Filmmaker morreu em um acidente de trânsito na cidade de São Paulo

É com pesar que a Central Única dos Trabalhadores do Estado de São Paulo (CUT-SP) lamenta a morte do produtor audiovisual Leandro Caproni, aos 27 anos, que trabalhou ao nosso lado em momentos importantes de luta popular.

Às 22h33 de terça-feira (22), o motorista Gustavo Amaro Silva, de 18 anos, dirigia sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a BMW de seu pai, em direção ao centro da cidade de São Paulo quando perdeu o controle, invadiu o canteiro central, entrou na pista contrária e colidiu com dois veículos e a motocicleta de Leandro, que foi morto na hora.

O acidente aconteceu próximo à Rua da Figueira, altura do número 831, início da Radial Leste, no centro da capital.

Sua vida interrompida neste momento nos deixou desacreditados e surpresos. Leandro era um sonhador incansável do mundo, viveu seus sonhos intensamente e plantou lindos projetos em sua jovem caminhada de vida como criador do Sem Cortes Filmes e da série “Nós de Nova York”. Era um defensor das causas do movimento negro, da cultura, dos movimentos populares.

Entre tantos projetos dos quais participava, Leandro era filmmaker da Contraf-CUT e do coletivo Batekoo em São Paulo, um importante movimento da “geração tombamento” que se manifesta por meio da dança e da música para empoderar negros e negras e pessoas LGBTQ+.

Nosso coração está em luto. Nos solidarizamos neste momento de dor com seus familiares e amigos.

Informamos que o velório será hoje (23), a partir das 11h, no cemitério da Vila Formosa (Av. João XXIII) e o enterro será às 15h.

São Paulo, 23 de outubro de 2019
Direção e funcionários da CUT-SP

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *