ENIO TATTO: ATENÇÃO PARA ESTUDANTES COM TEA

O deputado Enio Tatto  apresentou o Projeto de Lei 390/2020, que trata da destinação de carteiras em locais determinados aos estudantes com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) nas escolas do Estado de São Paulo.

Conforme o PL, as escolas públicas e privadas devem priorizar assentos na primeira fila aos estudantes com TEA. As escolas a que se refere o PL são as públicas e privadas de educação básica e/ou técnica; públicas e privadas de educação fundamental e faculdades e universidades públicas e privadas de educação superior e/ou técnica.

“O TEA faz parte de um grupo de síndromes neuropsiquiátricas, formado por doenças que afetam o desenvolvimento das pessoas”, justifica Enio Tatto.

O projeto prevê que estudantes diagnosticados com TEA poderão realizar as atividades de avaliação e provas durante o ano letivo com maior tempo para a sua realização.

O PL diz que as escolas poderão prever e prover flexibilizações e adaptações curriculares que considerem o significado prático e instrumental dos conteúdos básicos, metodologias de ensino, recursos didáticos diferenciados e processos de avaliação adequados ao desenvolvimento dos estudantes que apresentam TEA.

Por fim, segundo ainda o Projeto, as escolas também poderão promover formação continuada sobre os temas relacionados à escolarização de pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), para que os educadores tenham maior compreensão sobre o Transtorno.

Da assessoria do deputado Enio Tatto

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *