Márcia Lia denuncia empresário que suspendeu doações a eleitora de Lula
Márcia Lia denuncia empresário que suspendeu doações a eleitora de Lula

Líder do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo, a deputada Márcia Lia apresentou, nesta quinta-feira, 15/9, ao procurador-chefe da Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo, denúncia de notícia crime contra o empresário Cassio Joel Cenali, que humilhou Ilza Ramos Rodrigues, suspendendo a doação de cestas básicas e marmitas à diarista, de 52 anos, que declarou voto ao candidato do PT à presidência, Luiz Inácio Lula da Silva.

O vídeo produzido pelo próprio empresário do município paulista de Itapeva, que mostra seu diálogo com Ilza e explicita a humilhação e a ameaça de suspensão da doação em razão de opção eleitoral da senhora, serviu de base para a denúncia. Na avaliação da líder do PT, o ato efetuado e gravado fere flagrantemente a legislação eleitoral que considera a compra ou tentativa de compra de votos como crime eleitoral.

Na denúncia, Márcia Lia pede ao Ministério Público a instauração de procedimento para apuração do crime noticiado, em face da Lei federal 4.737/1965 que institui o Código Eleitoral e que define como crime de natureza eleitoral condicionar a oferta de qualquer benefício ou vantagem para obter ou dar voto, assim como distribuir mercadorias, prêmios, brindes, cestas básicas para propaganda ou aliciamento de eleitores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.