Nota da CUT-SP em solidariedade e apoio à deputada estadual Professora Bebel
Nota da CUT-SP em solidariedade e apoio à deputada estadual Professora Bebel

Parlamentar e também presidenta da Apeoesp está sendo processada pelo secretário de Educação do governo Doria por conta de um pronunciamento feito na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Na CUT-São Paulo

A Central Única dos Trabalhadores do Estado de São Paulo (CUT-SP) manifesta sua solidariedade e total apoio à deputada estadual e presidenta da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), Maria Izabel de Azevedo Noronha, a Professora Bebel, que sendo processada pelo secretário de Educação do governo Doria, senhor Rossieli Soares, por conta de um pronunciamento feito na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo).

Entendemos que a manifestação feita pela companheira Professora Bebel, na condição de deputada estadual, está amparada pela legislação vigente, uma vez que a imunidade parlamentar no exercício do mandato deve ser assegurada a todas deputadas e todos deputados paulistas.

Como homem público que é, o senhor Rossieli já deveria estar acostumado a ter seu trabalho criticado que, convenhamos, como secretário estadual de Educação deixa muito a desejar, principalmente em se tratado da relação do chefe da pasta com os professores e todo conjunto do funcionalismo da rede pública estadual de ensino.

Companheira Professora Bebel, conte com a direção da CUT-SP para enfrentar mais esse ataque do governo tucano que busca calar àqueles que ousam criticar os seus desmandos ou ainda que, com muita garra e coragem não titubeiam em lutar e defender os direitos das trabalhadoras, dos trabalhadores e de toda população.

São Paulo, 28 de outubro de 2020.

Direção da CUT São Paulo

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *