JÚLIO LANCELLOTTI É HOMENAGEADO E COBRA CENSO DA POPRUA EM SP
JÚLIO LANCELLOTTI É HOMENAGEADO E COBRA CENSO DA POPRUA EM SP

O padre Júlio Lancellotti recebeu nesta quinta-feira, 4/10, o colar de Honra ao Mérito Legislativo. A homenagem foi feita em sessão solene presidida pelo deputado Luiz Fernando. Parlamentares, representantes de organizações da sociedade civil e lideranças religiosas de diferentes credos participaram do encontro na Assembleia Legislativa para  expressar admiração e respeito ao pároco da paróquia de São Miguel Arcanjo, no bairro da Mooca.

O deputado Luiz Fernando destacou a trajetória do padre Júlio Lancellotti e disse que o Brasil precisa conhecer esse homem e saber que entre nós tem um anjo cuidando de todos aqueles que são oprimidos, que são excluídos e que estão com fome, com sede e frio. “Precisamos de mais pessoas com o coroção e a coragem do Padre Júlio Lancellotti. Só assim vamos começar a construir uma sociedade que Jesus tanto pregou para nós”, disse o deputado.

Padre Júlio disse que esteve, muitas vezes, nas galerias do plenário da Assembleia Legislativa e, muitas vezes, foi retirado a força de lá. “Estive aqui na Assembleia na luta pela aprovação do Condepe (Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana). Foi uma luta terrível para aprovar esse conselho. Eu estive aqui quando os estudantes secundaristas ocuparam o plenário. Eu trouxe para os estudantes que ocupavam esta casa o pão feito pelo povo da rua, para partilhar com eles esse pão, como um gesto de solidariedade. Aqui nesta Assembleia, nós viemos muitas vezes lutar contra a tortura, contra a violência, na defesa dos direitos humanos. E eu queria nesta mesma tribuna dizer: Viva o Papa Francisco, que foi ofendido aqui. Viva Dom Orlando Brandes, que foi ofendido aqui. Viva os que lutam pela defesa dos direitos humanos, os que lutam em defesa da vida, dos encarcerados, dos quilombolas, dos sem-terra, dos sem-teto, do grupo LGBTQIA+ e dos desempregados.”

Lancellotti também cobrou o compromisso dos parlamentares da Assembleia para que seja realizado um censo da população de rua no âmbito do Estado de São Paulo. “Precisamos saber qual é a situação da população de rua no Estado. A população de rua da capital é superior a 35 mil pessoas, e aqui já está sendo feito um novo censo. Mas é preciso haver uma resposta para a região metropolitana e para todas as regiões do Estado. É preciso que seja aprovada a proteção social para os moradores de rua e para toda a população vulnerabilizada. Que São Paulo e outras cidades instituam a renda mínima.”

Assista à integra da sessão solene:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *