Secretário da Saúde é questionado sobre nomeações de pessoas ligadas a OSS

05/06/2018

Crédito:

O secretário estadual da Saúde, Marco Antônio Zago, esteve na Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 5/6, para apresentar à Comissão de Saúde dados referentes às ações da pasta no primeiro quadrimestre deste ano. Zago ocupa o cargo há um mês apenas. Escolhido pelo governador Marcio França, o novo secretário não apresentou nenhuma novidade. Disse que sua gestão será uma continuação da de seu antecessor.

O deputado Carlos Neder questionou Zago sobre as nomeações de pessoas ligadas às organizações sociais de saúde para cargos de direção na secretaria. O deputado petista também mencionou a demissão de Eliana Radesca Alvares Pereira de Carvalho da Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde, após esta ter participado da CPI das Organizações Sociais de Saúde (OSS) na Assembleia.

O secretário não tratou das denúncias de que a Fundação para o Remédio Popular teria favorecido o consórcio liderado pela Empresa Construções e Comércio Camargo Corrêa S.A. Marco Antônio Zago disse que vai tratar do caso quando obtiver informações mais detalhadas. O assunto é objeto de requerimentos dos deputados Beth Sahão, Marcos Martins e Carlos Neder, que pediam a convocação do superintendente da FURP e do secretário para prestarem esclarecimentos.

Neder perguntou a Zago se está satisfeito com a situação orçamentária de sua pasta. O deputado contou que o ex-secretário Davi Uip disse em sua última visita à Comissão de Saúde que uma das principais conquistas de sua gestão foi ter selado o compromisso do ex-governador Geraldo Alckmin de que a área da saúde não sofreria nenhum contingenciamento em razão da crise econômica.
“Estamos hoje numa outra situação. A bolsa dos caminhoneiros implicou não apenas o contingenciamento de recursos da saúde em âmbito nacional, mas o cancelamento das rubricas referentes ao Sistema Único de Saúde. Pergunto ao senhor se já tratou com o governador Marcio França a preservação dos recursos orçamentários da saúde?”, disse Neder.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.