SEXTA-FEIRA – 25 DE JUNHO
SEXTA-FEIRA – 25 DE JUNHO

LDO: PEÇA DE FICÇÃO

A Comissão de Finanças e Orçamento aprovou na quinta-feira, 24/6, o relatório da deputada Damaris Moura (PSDB) favorável ao PL 265/2021, que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO para o exercício de 2022. O representante petista na comissão, deputado Enio Tatto, manifestou-se contra o relatório e apresentou voto em separado, defendendo a inclusão das emendas apresentadas pelos deputados da bancada. A bancada do PT avalia que a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022 é uma peça de ficção que repete a mesma pauta tucana da austeridade, do arrocho salarial dos servidores e da redução de atividades do Estado, com extinção de órgãos, empresas e programas.

 

EMPRÉSTIMOS COM TRANSPARÊNCIA

Com críticas da bancada do PT, a Assembleia Legislativa aprovou na quarta-feira, 23/6, projeto de lei que autoriza o governo do Estado a contratar empréstimo junto a instituições nacionais e internacionais, no valor de R$ 5 bilhões, além de instituir a Loteria Estadual de São Paulo. “O Partido dos Trabalhadores não é contrário a que o governo celebre empréstimos e, muito pelo contrário, somos a favor, se o resultado de tais operações financiarem ações de combate à pobreza e em favor de populações vulneráveis. O problema aqui é a forma e o método de apresentação de um projeto com a densidade do PL 359/2021”, afirmou a líder do PT ao defender emendas com o objetivo de dar transparência aos gastos e às etapas de implantação dos projetos.

 

RENATO JANINE NA SBPC

A líder da Bancada do PT, deputada Professora Bebel, comemorou a eleição de Renato Janine Ribeiro para presidente da Sociedade para o Progresso da Ciência (SBPC), na terça-feira, 22/6. Ministro da Educação do governo Dilma, professor de ética e filosofia política na Universidade de São Paulo, ex-diretor da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e professor visitante em Columbia University e na Unifesp, Renato Janine recebeu apoio de mais de 80 cientistas, que afirmaram em manifesto que reconheciam suas propostas para as ciências, humanidades, tecnologia, cultura, educação, saúde, meio ambiente, inclusão social e lazer criativo, numa nova dinâmica de renovação do papel do conhecimento  na construção de uma sociedade melhor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.